Tweetar


Inadimplência: situação preocupa Imprimir
Qui, 19 de Dezembro de 2013 15:40

Mais de 30% das/os profissionais ainda não pagaram a anuidade 2013. Tributo é, praticamente, a única fonte de arrecadação do CRESS-17

 

A não arrecadação, conforme previsão orçamentária realizada para cumprimento das ações do ano corrente, implica na retração e comprometimento das atividades do Conselho.

 

A anuidade é tributo que deve ser pago obrigatoriamente por profissionais pertencentes a uma profissão regulamentada.

 

É por meio das anuidades, fonte praticamente exclusiva de arrecadação do CRESS-17, que todas as atividades do Conselho são custeadas, inclusive os gastos regulares da entidade, como água, luz, internet, pagamento dos funcionários, entre outros.

 

Vale destacar, conforme prevê nossa lei de regulamentação 8662/1993, que as/os conselheiras/os do CRESS-17 não são remunerados e não recebem ajuda de custo.

 

A falta de entrada financeira conforme previsão baseada no número de assistentes sociais inscritos compromete todo planejamento do Conselho para aquele ano.

 

Estar em dia com a entidade representativa da categoria possibilita reforçar as ações políticas do conjunto CFESS/CRESS, fortalecer o Serviço Social brasileiro e também um CRESS-17 cada vez mais forte e atuante, conforme é o desejo de todas/os nós.

 

Gestão do CRESS-17 – “Resistir para Transformar”.

LAST_UPDATED2